22Novembro2017

Araraquara.com.br

Você está aqui: Home Notícias Cidade Os pequenos cidadãos estão de olho nos problemas da cidade

Os pequenos cidadãos estão de olho nos problemas da cidade

pequenoscidadaos

Eles têm entre 8 e 11 anos, mas se engana quem acha que só pensam em brincadeiras e videogames. As 40 crianças que visitaram a Câmara Municipal na segunda-feira (16), alunos e alunas do Centro de Educação Integral “Rubens Cruz”, estão de olho em problemas sérios que afetam seus bairros, como falta de creches e postos policiais ou pessoas ateando fogo em terrenos baldios próximos às suas casas.

 

Os estudantes foram convidados pela vereadora Thainara Faria (PT) para participar do “Mandatinho de Todxs”, um projeto de estímulo à cidadania. “O nosso objetivo é aproximar as crianças da política, com foco no Legislativo, trazendo-as para esse convívio desde cedo”, explica a parlamentar. “Quisemos também aproveitar a proximidade com o Dia das Crianças, para promover uma comemoração diferente.”

Com um interesse digno de nota, os meninos e meninas prestaram atenção às explicações da vereadora sobre as diferenças entre o Legislativo e o Executivo, com ênfase no trabalho do vereador e ao que corresponde ou não às suas funções. Em seguida, apontaram problemas dos seus bairros e participaram de uma dinâmica em que mostraram o que tinham aprendido sobre os poderes e o trabalho dos parlamentares. A tarde se encerrou com uma visita ao gabinete do presidente da Câmara Municipal, Jéferson Yashuda Farmacêutico (PSDB).

Os pequenos cidadãos aprovaram o encontro. “Achei superinteressante, porque aprendemos um pouco mais sobre política”, conta a aluna do 5º ano Érica da Silva Gonçalves, de 10 anos de idade. “Eu já sabia um pouco sobre o que fazem o vereador e o prefeito, e hoje foi um complemento. Se eu tiver um filho, no futuro, vou poder ensinar essas coisas pra ele. Também achei muito bom poder falar para a vereadora quais são os problemas do nosso bairro. Sabendo do que a gente precisa, os vereadores podem ajudar a população.”

O encontro também agradou às professoras que acompanharam os estudantes. Para a docente Rosires Botelho, “a iniciativa foi sensacional, porque a cidadania deve ser exercida, não deveria ser algo imposto. Eles ficaram super à vontade e demonstraram criticidade em relação aos problemas dos bairros”. Ela também observou que a maioria dos alunos mora nos novos bairros da cidade. “Eles ainda não criaram uma identidade com a região em que vivem e, ainda assim, estão atentos. Pontuaram problemas de adultos.”

O que falta no nosso município?

Essa foi a pergunta que mais agitou a tarde no Plenarinho. Foi o momento em que a garotada pôde apontar os problemas que enfrenta diariamente em seus bairros – principalmente Selmi Dei, São Rafael, Laura Molina e Vale Verde.

O “campeão de audiência” foi, sem dúvida, a educação. Os estudantes citaram a falta de creches, escolas regulares e escolas para portadores de deficiência. Outra questão muito lembrada foi a falta de postos de saúde e hospitais nas vizinhanças. O terceiro assunto que mais despertou interesse foi a segurança: os meninos contaram que não há postos nem rondas policiais no bairro, que em muitos pontos não podem caminhar ou brincar na rua à noite e reclamaram da demora para a chegada da polícia quando é chamada pelos moradores. O lixo em terrenos baldios, com acúmulo de entulho, mato, ratos e escorpiões, também é outra queixa recorrente. Segundo os estudantes, os próprios vizinhos descartam lixo em locais inapropriados e muitas vezes ateiam fogo no mato, causando problemas ambientais e de saúde.

Outras questões levantadas foram: buracos, sinalização de trânsito, ônibus regular e escolar, casa de sopa, pessoas em situação de rua, cuidados com a horta comunitária, cachorros abandonados, iluminação, sinalização de trânsito, semáforo, praça, parquinho e campinho de futebol.

Fonte: http://www.camara-arq.sp.gov.br/site/index.php/os-pequenos-cidadaos-estao-de-olho-nos-problemas-da-cidade/

imagem012
Araraquara.com.br - O primeiro e melhor portal da cidade, desde 1996.