21Janeiro2018

Araraquara.com.br

Você está aqui: Home Notícias Cidade Aumento na destinação do Imposto de Renda pode salvar entidades sociais

Aumento na destinação do Imposto de Renda pode salvar entidades sociais

aumentoir

Credenciado pela Federação das Entidades do Terceiro Setor de Araraquara e Região (Feara), Luciano Pizzone, presidente da entidade, ocupou a Tribuna Popular da Câmara Municipal, nesta terça-feira (21), para discorrer sobre o cenário da atuação de organizações da sociedade civil.

 

A Feara é um sonho antigo das entidades, realizado após anos de tentativas, e que há quatro meses está desenvolvendo suas atividades. O objetivo é criar projetos que possam otimizar recursos utilizados pelas Organizações da Sociedade Civil e a diminuição de seus custos.

Foi entregue ao presidente da Câmara Municipal, Jéferson Yashuda Farmacêutico (PSDB), uma proposta de sugestões para a elaboração de políticas que incentivam o uso das leis de renúncia fiscal. “Com a Lei de Destinação do Imposto de Renda, nós temos um potencial de arrecadação aqui em Araraquara, só de pessoa física, de R$ 8,6 milhões. Em 2016 o que nós conseguimos arrecadar foi R$ 100 mil, ou seja, 1,2% do total”, afirmou Pizzone.

Argumentou que, para o exercício de 2018, os recursos federais direcionados às Secretarias de Desenvolvimento Social do Brasil serão praticamente extintos, uma vez que foram reduzidos em 98,5%. Por isso, essa destinação se torna muito mais importante.

“Nós nunca vamos atingir os 100%, mas se subíssemos para 25% de arrecadação desse potencial, conseguiríamos dar qualidade no atendimento e, talvez, até ampliar os atendimentos de todas as instituições que aturam no terceiro setor em Araraquara”, afirmou, garantindo que “é preciso estimular a população a fazer a doação”.

Quem quiser mais detalhes sobre como fazer a Destinação do Imposto de Renda pode acessar o site do Comcriar (www.cmdcaararaquara.com.br). Ali tem o passo a passo do procedimento, de forma clara e fácil de utilizar.

Pizzone deixou uma previsão alarmante para o ano que chega: “O cenário para o ano de 2018 é trágico, pois, se não aumentarmos a arrecadação, metade das instituições, no mínimo, serão fechadas por falta de recurso – recurso que está aí –, e ninguém vai tirar nada do bolso, pois podemos escolher se um pequeno percentual fica aqui em Araraquara ou se vai tudo para Brasília”.

Fonte: Câmara Municipal de Araraquara

imagem012
Araraquara.com.br - O primeiro e melhor portal da cidade, desde 1996.