22Janeiro2018

Araraquara.com.br

Você está aqui: Home Notícias Cidade Vereadores acompanham abertura da XIII Jornada Paulista de Plantas Medicinais

Vereadores acompanham abertura da XIII Jornada Paulista de Plantas Medicinais

vereadoresjornada

Por meio do presidente da Câmara Municipal, Jéferson Yashuda Farmacêutico (PSDB), e do vereador Elias Chediek (PMDB), o Legislativo esteve presente, na manhã desta quarta-feira (22), no auditório da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Unesp Araraquara

para a abertura da XIII Jornada Paulista de Plantas Medicinais, que possui o Prof. Dr. Francisco José de Abreu Matos como tema de uma homenagem póstuma pela sua dedicação e envolvimento na assistência farmacêutica mediante ao uso de plantas medicinais.

O Prof. Dr. Luís Vitor Silva do Sacramento, membro da comissão organizadora, destacou a relevância do evento para os alunos e a comunidade. “A Faculdade de Farmácia se orgulha de estar servindo a comunidade com este evento que ocorre desde 1993, integrando várias universidades e mudando com o passar dos anos, acompanhando a evolução da tecnologia”, afirmou.

Em sua fala, Yashuda parabenizou a organização da jornada. “Estou feliz por estar aqui e, em nome da Câmara de Araraquara, agradeço pelo convite, desejando que todos tenham um ótimo evento”, disse.

Participaram também da abertura o Prof. Dr. André Gonzaga dos Santos, e Evandro Yashuda, representando o presidente do Conselho Regional de Farmácia de São Paulo (CRF-SP), Dr. Pedro Eduardo Menegasso.

Farmácias-Vivas

A cerimônia de abertura iniciou a programação de palestras, com o relato de Aída Matos Montenegro, filha do Prof. Abreu Matos, sobre a vida pessoal, acadêmica e profissional do homenageado.

Montenegro apresentou o mais importante e reconhecido trabalho de seu pai, o projeto Farmácias-Vivas, que teve início em 1983, tendo como base o Horto de Plantas Medicinais da Universidade Federal do Ceará (UFC), agregado ao Laboratório de Produtos Naturais, cuja finalidade é investigar cientificamente as plantas medicinais desde a fase de cultivo até a produção e distribuição dos medicamentos fabricados a partir das espécies cultivadas. “É um projeto revolucionário”, destacou.

A segunda palestrante do dia, Profa. Dra. Mary Anne Medeiros Bandeira (Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem – UFC), abordou uma relação do contexto histórico do Brasil com o trabalho do Prof. Abreu Matos, indicando que o uso de plantas medicinais para melhorar o bem estar do individuo já era comum em outras épocas. Além disso, expôs os números atuais do projeto, onde somente no Estado do Ceará possui 90 unidades divididas entre organizações governamentais, não governamentais e universidades.

 

Conhecendo o projeto

Chediek acompanhou a cerimônia e as palestras “com intuito de conhecer mais sobre o assunto envolvendo a utilização de plantas medicinais e verificar em que o município pode auxiliar nos projetos de tratamentos alternativos”.

Programação

Composta por uma diversidade nos assuntos, a programação da XIII Jornada Paulista de Plantas Medicinais conta com palestras, mesas redondas, minicursos e apresentação de trabalhos. A Faculdade acredita que “a abordagem desses temas contribuirá com a atualização e progresso das pesquisas com plantas medicinais no Brasil, servirá de estímulo para jovens estudantes, além de promover o encontro de pessoas de diferentes áreas de atuação em discussões que promovam o progresso das pesquisas na área de plantas medicinais.”

A programação, que vai até o dia 24 de novembro, pode ser encontrada no site fcfar.unesp.br/eventos/jppm/programação

Fonte: Câmara Municipal de Araraquara

imagem012
Araraquara.com.br - O primeiro e melhor portal da cidade, desde 1996.