22Novembro2017

Araraquara.com.br

Você está aqui: Home Notícias Cultural e Social Teroca & Amigos levam seu samba para frente do Palacete das Rosas

Teroca & Amigos levam seu samba para frente do Palacete das Rosas

terocaeamigos

O programa Cultura no Samba, realizado pela Secretaria Municipal da Cultura e Fundart, a partir desta sexta-feira (23) começa em novo horário: às 18 horas, devido ao horário de verão.

O evento traz todo o carisma do músico Teroca, que vem acompanhado por amigos nesta apresentação gratuita, realizada em frente ao Palacete da das Rosas Paulo A.C. Silva, ao lado da Prefeitura de Araraquara.

A cultura do samba brasileiro, como sabemos, saiu dos terreiros de jongo, se adaptou aos rituais envolvendo danças através do batuque de umbigada, e se afirmou como gênero musical nacional a partir de 1.917 com a gravação do primeiro samba, amaxixado (compasso em três tempos, ternário) “Pelo Telefone”, de Donga e Mauro de Almeida. Se emancipou e se viu efetivamente reconhecido como samba em compasso binário – conforme o identificamos nos dias atuais – através da intervenção de Ismael Silva, Armando Marçal, Bide e outros bambas do Largo do Estácio carioca, que fundaram a primeira escola de samba em 1.928, a Deixa Falar.

Com a difusão do gênero em caráter nacional a partir, primeiramente, da Rádio Nacional (criada no governo Getulio Vargas em 1.936), o samba se tornou rapidamente o gênero musical mais popular da época. Na prática, e em função de seus instrumentos serem em sua maioria de percussão (podendo ter sua “fabricação” adaptada de forma caseira, barateando e facilitando a sua multiplicação), é muito comum se notar no Brasil, ainda hoje, a tradição oral do samba passado de geração a geração através das rodas de samba.

E é exatamente focalizando a oralidade das rodas de samba que se organizou o grupo Teroca & Amigos. Quando das apresentações, o grupo se senta de tal forma a criar uma roda, deixando inclusive espaço para que, no local onde está ocorrendo a roda, se houver intérpretes/instrumentistas/compositores ligados ao samba, serão muito bem recebidos para uma canja. E foi assim que dois dos integrantes – os mais jovens- se ligaram aos mais velhos, para manter essa tradição.

O grupo é formado por Tico Belda (cavaco e voz), Teroca (cavaco e voz), Frankinho (violão de 6 cordas), Carlos (violão 7 cordas), Marcão (surdo), Noé (pandeiro), e os dois mais jovens, Vinícius Silva (rebolo e cavaco) e Vinícius Marin (percussão leve e cavaco).

No show desta edição do Cultura no Samba, o grupo Teroca&Amigos desfilará repertório em que pontuarão sambas clássicos de Cartola, Nelson Cavaquinho, João Nogueira, Paulinho da Viola, Martinho da Vila, Zeca Pagodinho, Almir Guineto, Monarco, Dona Yvone Lara & Delcio Carvalho entre tantos outros bambas, além de sambas muito bonitos mas não muito conhecidos do público – para exatamente apresentá-los como se fossem “novos” – além dos sambas autorais de Teroca, que compõem seus três CDs gravados “Com todo respeito”(de 2003), “Elos do Samba”(de 2.010) e “Sembacoara”(de 2.014); haverá, também, alguns chorinhos sendo executados, já que samba e chorinho (precursor, de 1870) são irmãos de sangue (foi aí que se ligou os instrumentos de harmonia cavaco, violão, bandolim – do chorinho – às percussões do samba).

Ao público presente que prestigiar o evento, a certeza de que não conseguirão ficar parados, caindo pra valer nessa roda, cantando e sambando defronte ao Palacete das Rosas, praticando a nossa genuína brasilidade.

O projeto "Cultura no Samba" tem como objetivo abrir espaço para a manifestação do samba tradicional e para os artistas araraquarenses, proporcionando momentos de descontração por meio da boa música brasileira.

SERVIÇO:

Cultura no Samba apresenta Teroca & Amigos

Local: em frente ao Palacete das Rosas (Rua São Bento, 794 – ao lado da Prefeitura - Centro)

Data: sexta (23)

Horário: 18 horas

Entrada franca

Folhacidade

imagem012
Araraquara.com.br - O primeiro e melhor portal da cidade, desde 1996.